Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Radares inteligentes entram em operação até o final de março

Os radares inteligentes que serão instalados nas rodovias do Estado de São Paulo começam a operar no final de março. São 41 equipamentos que, além da velocidade, vão flagrar veículos roubados e devedores de IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores).

Os radares vão ser instalados perto de bases da Polícia Rodoviária. Na região de Campinas, a fiscalização será em Piracicaba, Indaiatuba, Limeira e Campinas. Na região central do Estado, vão estar nos trechos de Rio Claro, Araraquara e Santa Rita do Passa Quatro, e na região de Ribeirão Preto, em Barretos, Orlândia e Franca.

O radar inteligente, também chamado de “dedo duro”, vai ter um sistema ligado aos bancos de dados das secretarias de Segurança e Fazenda, que vai permitir a identificação das irregularidades.

O aparelho já funciona em Brasília há quase cinco anos, dentro de um veículo do Detran.

De acordo com a Secretaria Estadual dos Transportes, pelo menos 30% dos veículos que são parados pela Polícia Rodoviária têm alguma irregularidade.
 
(Fonte: EPTV)

20 Comentários para Radares inteligentes entram em operação até o final de março

  1. carlos duarte

    24/05/2010 em 16:20

    ALGUEM PODERIA ME DIZER SE EXISTE ESSE RADAR NA VIA ANCHIETA,SE SIM EM QUAL KM?OBRIGADO

  2. Mari

    15/06/2010 em 21:40

    oi, esse radar esta instalado na Anhanguera? Ou Imirantes e qual km seria até Valinhos?

  3. amigo secreto

    12/08/2010 em 17:17

    conversa mole!!! essa tecnologia é experimental e nunca passou dos testes aqui porque nenhum dos tais “radares inteligentes” conseguiu registrar placas sem a ajuda de um operador (já não tão inteligente assim…)

  4. Radares inteligentes

    16/09/2010 em 09:39

    KKKKKKKKKKKKKKKKkk

    Amigo secreto, quanta ignorancia, pelo visto vc não tem tal conhecimento nenhum sobre tecnologia.
    Você ja ouviu falar de um sistema chamado OCR, que faz leituras de quaisquer tipo de documentação?
    Então, esse OCR, foi implementado no equipamento de radar, para utilização de leitura de placas de veiculos, ahhhh, não acredita?Então como funciona os radares fixos para fiscalização de Rodizio?
    Esse sistema realiza uma consulta no sistema da policia, e retorna uma imagem com os dados cadastrais do veiculo.

    Anchieta Km-9
    Anhanguera ainda não possui.

  5. Valéria

    21/09/2010 em 14:23

    Alguém sabe informar a localização dos radares inteligentes de Campinas até Limeira?

    obrigada

  6. João Urutu

    23/09/2010 em 20:37

    Existe sim e funcionam muito bem. Na Rod. D. Pedro I, varios carros já foram pegos. Cuidado!

  7. Ruan

    11/10/2010 em 12:32

    Bloqueiam veículo procurado? Parati 1997 preta, placa CHM 4646 – Limeira/SP, responsável por auxílio a roubo, em nome de um falecido, até então não transferida…

  8. Ruan

    11/10/2010 em 12:34

    Favor, alguém tiver inofmrações sobre tal parati, me contatar via e-mail 0198@bol.com.br

  9. Meire Helen Bueno Lins

    29/11/2010 em 19:33

    Olha gostaria de falar que essa merda de radar vai tirar tudo o que o pobre consegue eles nao tem mais o que inventar eles so poe as coisas para tirar dinheiro de quem nao tem mas deles nao acontece nada eu detestei isso e se eu pudesse fazer alguma coisa pra tirar essa lei eu tiraria nao pensava duas vezes vai roubar de quem tem.

  10. ANTONIO DE OLIVEIRA

    07/12/2010 em 14:07

    GOSTARIA DE SABER SE ESTE RADAR JA TEM EM SP.E QUAIS SAÕ OS LOCAIS OBRIGADO

  11. dinha

    12/12/2010 em 11:24

    em que av de sôa paulo esta estalado

  12. Cesar Demarco

    13/12/2010 em 19:12

    Ei mano na Salim Farah Maluf (IDA E VOLTA) os radares são inteligentes????
    pois no GOOGLE tem duas informações diferente e as localizações tambem esta diferente.

  13. Lucas

    24/12/2010 em 00:41

    Gostaria de saber como um veiculo pode ser identificado por esse radar, com a grande quantidade de veículos que passam ao mesmo tempo? E necessario que cometa alguma infração para que o radar detecte o veiculo?

  14. Well

    26/12/2010 em 12:17

    Pesquisei em muitos blog e sites, mas ninguém sabe dizer onde estão os 177 radares que começaram a funcionar em dezemdro

  15. Edilson Lima

    29/12/2010 em 18:33

    Pessoal, verifiquei no google e os pontos são os seguintes;

    Dom Pedro I (SP-065)

    4 – Ayrton Senna/ Carvalho Pinto (SP-070)

    5 – José Ermínio de Moraes/ Eng. Ermênio de Oliveira Penteado (SP-075)

    6 – Dom Paulo Rolim Loureiro (SP-098)

    7 – Tamoios (SP-099)

    8 – Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123)

    9 – Profº Francisco da Silva Pontes (SP-127)

    10 – Anchieta (SP-150)

    11 – Imigrantes (SP-160)

    12 – Eng. João Batista Cabral Renno (SP-225)

    13 – Francisco Alves Negrão (SP-258)

    14 – Raposo Tavares (SP-270)

    15 – Castello Branco (SP-280)

    16 – Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294)

    17 – Marechal Rondon (SP-300)

    18 – Geraldo de Barros (SP-304)

    19 – Washington Luís (SP-310)

    20 – Faria Lima (SP-326)

    21 – Anhanguera (SP-330)

    22 – Cândido Portinari (SP-334)

    23 – Gov. Adhemar de Barros (SP-340)

    24 – Bandeirantes (SP-348)

  16. Edilson Lima

    29/12/2010 em 18:35

    estamos perdidos.

  17. neia

    20/02/2011 em 15:36

    alguem sabe dizer em qual km da anhanguera e bandeirantes estao os radares?

  18. adilson

    13/03/2011 em 22:45

    alguem sabe dizer se tem radar na anhanguera jundiai campinas?

  19. fernando

    10/05/2011 em 21:53

    que local em limeira esta odedo duro?não que eu tenha carro irregular blz?

  20. Ruan

    31/05/2011 em 16:04

    O DIREITO DE IR E VIR BARRADO PELOS PEDÁGIOS

    Entre os diversos trabalhos apresentados, um deles causou polêmica entre os participantes. “A Inconstitucionalidade dos Pedágios”, desenvolvido pela aluna do 9º semestre de Direito da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) Márcia dos Santos Silva chocou, impressionou e orientou os presentes.

    A jovem de 22 anos apresentou o “Direito fundamental de ir e vir” nas estradas do Brasil. Ela, que mora em Pelotas, conta que, para vir a Rio Grande apresentar seu trabalho no congresso, não pagou pedágio e, na
    volta, faria o mesmo.Causando surpresa nos participantes, ela fundamentou seus atos durante a apresentação.

    Márcia explica que na Constituição Federal de 1988, Título II, dos “Direitos e Garantias Fundamentais”, o artigo 5 diz o seguinte: “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade” E no inciso XV do artigo: “é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens”. A jovem acrescenta que “o direito de ir e vir é cláusula pétrea na Constituição Federal, o que significa dizer que não é possível violar esse direito. E ainda que todo o brasileiro tem livre acesso em todo o território nacional. O que também quer dizer que o pedágio vai contra a constituição”.

    Segundo Márcia, as estradas não são vendáveis. E o que acontece é que concessionárias de pedágios realiza contratos com o governo Estadual de investir no melhoramento dessas rodovias e cobram o pedágio para
    ressarcir os gastos. No entanto, no valor da gasolina é incluído o imposto de Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico (Cide), e parte dele é destinado às estradas. “No momento que abasteço meu carro, estou pagando o pedágio. Não é necessário eu pagar novamente. Só quero exercer meu direito, a estrada é um bem público e não é justo eu pagar por um bem que já é meu também”, enfatiza.

    A estudante explicou maneiras e mostrou um vídeo que ensinava a passar nos pedágio sem precisar pagar. “Ou você pode passar atrás de algum carro que tenha parado. Ou ainda passa direto. A cancela, que barra os carros é de plástico, não quebra, e quando o carro passa por ali ela abre.

    Não tem perigo algum e não arranha o carro”, conta ela, que diz fazer isso sempre que viaja. Após a apresentação, questionamentos não faltaram. Quem assistia ficava curioso em saber se o ato não estaria infringindo alguma lei, se poderia gerar multa, ou ainda se quem fizesse isso não estaria destruindo o patrimônio alheio. As respostas foram claras. Segundo Márcia, juridicamente não há lei que permita a utilização de pedágios em estradas brasileiras.

    Quanto a ser um patrimônio alheio, o fato, explica ela, é que o pedágio e a cancela estão no meio do caminho onde os carros precisam passar e, até então, ela nunca viu cancelas ou pedágios ficarem danificados. Márcia
    também conta que uma vez foi parada pela Polícia Rodoviária, e um guarda disse que iria acompanhá-la para pagar o pedágio. “Eu perguntei ao policial se ele prestava algum serviço para a concessionária ou ao Estado.
    Afinal, um policial rodoviário trabalha para o Estado ou para o governo Federal e deve cuidar da segurança nas estradas. Já a empresa de pedágios, é privada, ou seja, não tem nada a ver uma coisa com a outra”, Acrescenta.

    Ela defende ainda que os preços são iguais para pessoas de baixa renda, que possuem carros menores, e para quem tem um poder aquisitivo maior e automóveis melhores, alegando que muita gente não possui condições para gastar tanto com pedágios. Ela garante também que o Estado está negando um direito da sociedade. “Não há o que defender ou explicar. A constituição é clara quando diz que todos nós temos o direito de ir e vir em todas as estradas do território nacional”, conclui.

    FONTE: JORNAL AGORA

    REPASSEM A TODOS TEUS AMIGOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>