Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Pimenta faz bem para o coração e queima gordura

Conhecidas por seu poder afrodisíaco e gosto ardido, as pimentas fazem o maior sucesso no prato dos brasileiros e vira e mexe aparecem como protagonistas de mais um novo estudo sobre seus benefícios para a saúde.

Além de melhorarem a digestão, elas protegem o organismo contra alguns tipos de câncer e fazem seu corpo queimar gordura, reduzindo os níveis de colesterol, porém, quando consumida em excesso, podem comprometer a saúde do aparelho digestivo.

“A pimenta tem muitas vitaminas e antioxidantes importantes para o organismo, mas quem tem problemas de gastrite ou úlcera deve tomar cuidado ao consumi-la, pois, uma pequena dose da fruta pode irritar ainda mais as paredes do estômago ou intensificar os sintomas da hemorroida”, explica a nutricionista da Unifesp Carla Fiorillo.

Vitaminas A e C na medida certa Segundo o médico homeopata Marcio Bontempo, autor do livro Pimenta e seus Benefícios à Saúde, além de ter princípios ativos como capsaicina e piperina, a fruta é muito rica em vitaminas A, E e C, ácido fólico, zinco e potássio.

Tem, por isso, fortes propriedades antioxidantes e bioflavonoides, pigmentos vegetais que previnem o câncer. Graças a essas vantagens, a fruta já está classificada como alimento funcional, o que significa que, além de seus nutrientes, possui componentes que promovem e preservam a saúde.

Queima gordura?

Um estudo realizado por cientistas do Centro de Ciências Alimentícias de Wageningen, na Holanda, revelou que a capsaicina (responsável pelo ardor da pimenta) seria bastante eficaz no processo de emagrecimento porque formaria uma espécie de bolsão energético durante as refeições, onde parte da energia ingerida ficaria armazenada para ser gasta mais tarde, assim o corpo, abastecido, não sentiria fome.

“Para quebrar os nutrientes da comida e absorvê-los, nosso aparelho digestivo gasta muito combustível. A capsaicina faz com que ele, nas horas de serviço pesado, se abasteça e forme depósitos gordurosos. Depois, vai dosando o fornecimento de energia de modo a deixar o corpo saciado por mais tempo. Tal processo exige grande gasto calórico do organismo, que eleva sua temperatura para realizá-lo, daí o emagrecimento”, explica Marcio Bontempo.

Já para a nutricionista da Unifesp, Carla Fiorillo, a pimenta possuir tais propriedades, porém, todos os estudos que indicam para estes resultados revelam o uso de uma dose bastante elevada de pimenta no cardápio dos pacientes, o que demonstra que a eficiência da fruta no emagrecimento está diretamente ligada a quantidade consumida:

“quando se fala em benefícios ou malefícios da pimenta para o organismo, deve-se levar em consideração a quantidade ingerida. Embora não haja uma dose diária recomendada, sabemos que os efeitos da fruta só ocorrem quando ela é ingerida em grandes quantidades, por isso, é preciso ter cautela para não achar que uma pimenta por dia resolve todos os problemas”, explica.

Colesterol zero

Como a capsaicina ajuda a queimar gordura do corpo, diminui os níveis de colesterol ruim (LDL) do sangue e evita o acúmulo de gordura na parede das artérias, protegendo o organismo das doenças cardiovasculares.

Uma pesquisa da Faculdade de Nutrição da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, com ratos, comprovou que a pimenta diminui mesmo o risco de doenças cardiovasculares, maior causa de mortes no Brasil.

Por duas semanas, um grupo de cobaias recebeu, todos os dias, uma pequena dose de extrato de pimenta dedo-de-moça, a mais consumida no país para efeito de teste.

No fim do período, os cientistas compararam o sangue dos ratos que consumiram a pimenta com o do grupo que não a consumiu e os resultados foram impressionantes: houve redução de até 45% do colesterol total dos ratos que consumiram a fruta.

“Ainda falta determinar quanto é necessário consumir para que a pimenta traga todos esses benefícios. O que se sabe é que o brasileiro a come muito pouco. Na Tailândia, por exemplo, ela é a estrela das receitas simples e sofisticadas. Lá, o consumo chega a dez gramas por dia. No Brasil, não passa de meio grama por pessoa”, explica Márcia Keller Alves, nutricionista que fez parte da equipe de pesquisa. 

Quanto mais ardida melhor

A capsaicina é o princípio ativo responsável pelo ardor que sentimos quando comemos a pimenta. Além de conter antioxidantes poderosos na ação contra os radicais livres, ela eleva a temperatura do corpo auxiliando na redução do colesterol e na queima de gordura: “esta substância eleva a temperatura do corpo acelerando o metabolismo e a quebra de gordura, por isso auxilia no emagrecimento, porém, para se obter resultados expressivos é preciso ingerir grande quantidade da fruta, senão não funciona”, explica Carla Fiorillo.

Como o ardor da pimenta é causado pela presença da capsaicina, substância responsável pelos efeitos antioxidantes da fruta, quanto mais ardida ela for, mais capsaicina tem e maior sua ação curativa no organismo: “sabe a velha historia de que os melhores remédios são os mais amargos? No caso da pimenta a gente pode adaptar o amargo para o ardido. Quanto mais ardida ela for, maior sua ação”, explica a nutricionista da Unifesp.

Cuidado, pode causar úlcera

Se por um lado a pimenta traz muitos benefícios para a saúde e ajuda a ficar em dia com a balança, por outro, pode se transformar em um veneno para quem tem problemas de gastrite ou úlcera.

A nutricionista Carla Fiorillo explica que a pimenta irrita as paredes do estômago fazendo com que ele produza mais ácido do que o normal para neutralizar a ação da capsaicina, mas que apenas a longo prazo e em grandes quantidades sua ingestão provocaria lesões graves no estômago: “seria preciso consumir muita pimenta e durante anos para desenvolver o problema. O mais comum é que pessoas que já tenham gastrite ou úlcera piorem com a ingestão da fruta, mas não dá para dizer que consumir pimenta causa úlcera”, explica.

Um comentário para Pimenta faz bem para o coração e queima gordura

  1. Aprigio francisco da silva

    26/01/2012 em 14:46

    consumo pimenta a varios anos,adoro essa fruta..cuto essa fruta ate com doces…Aprigio Acari RN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>